quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Surdos, cegos e mudos, não iremos longe. E o debate, para ser profícuo, depende da
 nossa capacidade de admitir que nem sempre temos razão, e de reconhecer o valor de  ideias alheias.

x x x

 Eduardo Escorel, Cineasta