quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

(I)MENSURÁVEIS E AFINS

Stop!
Parei com isso...
Não conto mais tempo. A medida foi dura, mas não posso voltar atrás e corrigir, então, vida que segue...
- - -
Me perguntarei  "quanto sublimei ou subestimei a mim e aos outros" ou "quanto tive de atos omissivos ou comissivos" ?
Medida dura...

* * *
"Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo. É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações."

Martha Medeiros


* * *