terça-feira, 11 de novembro de 2014

Sindiserviços-DF Protesta Contra a Demissão de Dez Mil Terceirizados na Limpeza do GDF


Por Imprensa Sindiserviços-DF - Robson Oliveira Silva 
Foto: CUT-Brasília


O ATO DE PROTESTO organizado pelo Sindiserviços-DF e que foi realizado na manhã da última sexta-feira 07, na Praça do Buriti, em frente ao Palácio do Governo do Distrito Federal (GDF), reuniu parte dos dez mil empregados das empresas Juiz de Fora, Real JG Serviços Gerais, Servegel Apoio Administrativo e Suporte Operacional e Interativa Service, prestadores de serviços na limpeza e conservação de diversos órgãos do GDF, ou que têm verbas rescisórias a receber ou estão de aviso prévio e prestes a perder o emprego.

A manifestação contou com o apoio e a participação da deputada federal Erika Kokay (PT/DF), o presidente da CUT-Brasília Rodrigo Brito, o presidente Alci Matos Araújo e o secretário Geral Djalma Sutero da Silva, ambos da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comercio e Serviços (Contracs-CUT) e de diversos dirigentes de vários sindicatos que compõem à CUT-Brasília.

Após as lideranças se revezarem em discursos de apoio à categoria na Praça do Buriti, por volta das 11 horas, uma comissão liderada pelos diretores do Sindiserviços-DF, deputada Erika Kokay, diretores da Contracs-CUT, CUT-Brasília e trabalhadores foram recebidos pelo secretário de Administração Pública do DF, (SEAP), Wilmar Lacerda.





No encontro ficou acordado que o GDF marcará reunião, nesta semana, com todos os donos empresas e na presença dos diretores do Sindiserviços-DF, sindicalistas e comissão de trabalhadores, fechará acordo de cumprimento das obrigações trabalhistas e a garantia dos empregos pelos patrões, conforme determina os Editais de prestação de serviços do GDF.