terça-feira, 12 de janeiro de 2016

A Falsa Unidade (O Lobo das Estepes)


"Nenhum eu, nem mesmo o mais ingénuo, é uma unidade, antes sim um mundo extremamente multifacetado, um pequeno céu estrelado, um caos de formas, estádios e condições, heranças e possibilidades. O facto de cada um por si aspirar a considerar este caos uma unidade, e falar do seu eu como se se tratasse de uma manifestação simples, fixa e solidamente modelada, claramente delimitada - esse engano, que é inerente a qualquer ser humano (mesmo superior), parece ser uma necessidade, uma exigência da vida, como a respiração ou a alimentação. 

O erro assenta numa simples transferência. De corpo, todo o homem é uno; de alma, nunca. "

Hermann Hesse, in "O Lobo das Estepes"