quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Normas Técnicas Especiais Reguladoras do emprego de aditivos químicos a alimentos


Você sabe do conteúdo dos alimentos que ingere? Tem o hábito de ler os rótulos?

Sem tem curiosidade, Vale a leitura!

Vou destacar, a princípio, o § 1º do Artigo 2º, que fala sobre os aditivos.


Art. 2º...

§ 1º Os aditivos a que se refere o presente artigo compreendem: 


1) Corante - a substância que confere ou intensifica a côr dos alimentos. 


2) Flavorizante e Aromatizante - Flavorizante - a substância que confere o intensifica o sabor e o aroma dos alimentos; aromatizante a substância que confere e intensifica o aroma dos alimentos.


3) Conservador - a substância que impede ou retarda a alteração dos alimentos provocada por microrganismos ou enzimas. 


4) Antioxidante - a substância que retarda o aparecimento de alteração oxidativa nos alimentos. 


5) Estabilizante - a substância que favorece e mantém as características físicas das emulsões e suspensões. 


6) Espumífero e Antiespumífero - a substância que modifica a tensão superficial dos alimentos líquidos. 


7) Espessante - a substância capaz de aumentar, nos alimentos, a viscosidade de soluções, emulsões e suspensões. 


8) Edulcorante - Edulcorante (não glicídico) a substância orgânica artificial capaz de conferir sabor doce aos alimentos.


9) Umectante - a substância capaz de evitar a perda de umidade dos alimentos. 


10) Antiumectante - a substância capaz de reduzir as características higroscópicas dos alimentos. 


11) Acidulante - a substância capaz de comunicar ou intensificar o gôsto, acídulo dos alimentos.

Se liga!