quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Sem Elementos

Homem na Balança dos Quatro Elementos
Autor desconhecido, 1532.



Sem Elementos


Falta-me a terra,
Assim como falta-me o chão  ante a desilusão da tua ausência.

Falta-me a água,
Assim como falta-me o acomodamento do teu corpo em mim.

Falta-me o ar,
Assim como falta-me a sensação insigne do teu fôlego no meu.

Falta-me o fogo,
Assim como falta-me a energia que enleva minh’alma ao paraíso

Falta-me você,
Aura dessa alquimia que transcende os sentidos e me faz etérea.
Magda Pêgo