segunda-feira, 13 de março de 2017

Metamorfose da Nau

Impelida pelos ventos
Aportei meu barco
Nas tuas águas.
Sem vertigem,
Ancorei.
Desfiz-me.
Insufláveis
Prazeres,
Toques,
Gozos.
Tornaste-me
Em Nau:
Nau frágil.

Imagem daqui.